segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Crianças que eu amo

Essas são as crianças fofas com as quais convivemos durante esse tempo de India. Lindas demais!
Não tem como não cair de amores por cada uma delas ;-)


Zé Alessandro - India/USA


Clara - França


Ugo - França


Gigio - Brasil


Sabrina - Brasil


Leo - Canadá


Ulys - Canadá


Trio canadense - Matys, Ulys e Leo

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Vendo o lado bom das coisas

Está finalmente chegando ao fim minha estadia na India. Daqui a 23 dias embarco num avião rumo a São Paulo.

Foram 1 ano e 8 meses da minha vida vividos aqui, e muita, mas muita coisa aconteceu desde que o Gui recebeu a confirmação de que iria voltar pra cá.

A começar posso dizer com certeza que foram o 1 ano e 8 meses mais desafiadores da minha vida, afinal estava deixando tudo para trás; família, amigos, emprego (essa parte foi bem fácil já que não estava feliz!), e me mudando para um país do outro lado do mundo com costumes completamente diferentes dos nossos, apostando no meu coração, e colocando todas as fichas na família que eu estava formando.

E com certeza ess foi a decisão mais sábia que tomei, pois se em algum lugar dentro de mim existisse qq dúvida sobre o fato de que o Gui era o amor da minha vida, a pessoa com quem eu queria estar pra sempre, aquele que eu tinha escolhido pra começar uma família; ter vindo pra cá fez eu ter mais certeza do que nunca de que ele era o cara! Pois como dizem minhas amigas estrangeiras daqui, "se o seu casamento sobreviver a isso, então é pra sempre!". Aqui o Gui se mostrou mais especial do que ele já era pra mim! E meu amor por ele só aumenta a cada dia.

Mas além da formação da família Nogueira de Carvalho; outras coisas boas aconteceram enquanto estivemos aqui. E hj resolvi colocar numa listinha algumas delas, e principalmente aquelas que não aconteceriam (algumas delas pelo menos não tão cedo) caso a India não tivesse retornado a minha vida.

- ter amigos dos quatro cantos do mundo! Agora podemos incluir além de amigos do Brasil (que aumentaram enquanto estivemos aqui), amigos da França, Canadá, USA, India, Alemanha.

- ler livros e mais livros e mais livros, tendo todo o tempo do mundo pra fazer isso. Não que já não lesse no Brasil, mas aqui eu consigo ler muito mais.

- assitir temporadas antigas das séries de TV sem ter hora pra párar, conseguindo ver em um dia uma temporada completa, hahahahaha

- me apaixonar pelo tenis (e pelo Nadal, hehehe)

- assitir a todos os Grand Slam e vários Masters sem se preocupar a que horas ou dia da semana os jogos iriam acontecer

- viciar e desviciar do farmville

- criar um blog

- estreitar laços de amizades atrávés da tela do computador e assim poder assitir e comentar pelo msn o Master de Shanghai em tempo real ;o)

- comprar o terreno para construir nossa casinha

- ter a festa de casamento dos meus sonhos

- passar a lua de mel na Grécia

- reconhecer Paris

- viajar para a Itália

- ir no Taj Mahal (esse vou fazer daqui a 13 dias)

- andar de riquichá

- descobrir que a Tuborg foi a mais criativa e esperta na hora de fazer a tampa da cerveja

- fazer Ioga no país dos criadores

- dançar o Garba, ou pelo menos fingir que tentou

- conhecer e conviver com as crianças mais adoráveis da face da Terra

- comer Cheese Nam e cair de amores por ele, rs

- assitir a TODOS os jogos da Copa do Mundo

- ver camelos pela rua puxando carro de boi

- ter legítimas batas, brincos, pulzeiras e tornozeleiras indianas


E por aí vai a lista...

Assim, apesar de ter derramado mais lágrimas que a mocinhas mais sofredora de novela mexicana (rs), estar aqui durante esse 1 ano e 8 meses me deu a chance de fazer e viver várias coisas legais e diferentes.


#Welcome to Incredible India

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Julie and Julia

Acabei de assitir ao filme "Julie and Julia" e o filme é ótimo!!!! Ele foi lançado no meio do ano passado, eu eu sempre quis assitir, mas obviamente ele não estreiou nos cinemas aqui na India (ao menos não no Bafodão). Mas finalmente ontem ele estreiou na TV a cabo, e hj a tarde consegui assistir.

Não tinha espectativas a respeito, sabia apenas que se tratava da história de duas mulheres que cozinhavam e que de alguma forma estavam conectadas. Na verdade o filme é muito, mas muito mais do que isso! E o mais legal, é baseado em duas história reais, incluindo um blog de verdade!!!



O filme entrelaça a história de Julia e de Julie, apesar do tempo que as separa. A parte de Julia foi inspirada no livro de memórias My Life in France; a de Julie no livro Julie & Julia que começou como o blog Julie/Julia project, em que a autora se dispôs a preparar as 524 receitas de Mastering the Art of French Cooking (a bíblia da comida francesa traduzida às donas de casa americanas por Julia Child) e narra parte de sua vida, as delícias e os fracassos de tentar reproduzir essas receitas numa cozinha minúscula no Brooklyn.

Adorei o filme e super recomendo. Abaixo o trailer pra quem ainda não assitiu



PS: A cena do Lobster Killer é hilária!!!!! E a música ainda me fez relembrar de bons tempos de faculdade, churrascos e amigos ;-)

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Parenteses: Obama é o cara!

Diante de todo o debate que está envolvendo religião e os nossos presidenciáveis, achei que valia a pena compartilhar com vcs esse video com alguns trechos de um discursso do Barack Obama.

Nem tem o que dizer, o vídeo por si á é excelente! A única coisa que posso falar é o quanto eu gostaria que um de nossos presidenciáveis tivesse essa visão, ou melhor, tivesse coragem de assumir essa postura! E seu eu já admirava, e muito, o Obama, agora virei fã de carteirinha!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Mimo do dia



Pulseirinhas indianas

Old City

Hj fui no final da manhã com umas amigas até a cidade velha para comprar pulseiras indianas.

A cidade velha é sempre um transtorno, e eu mesmo fui lá apenas umas 4 vezes (já incluindo a ida de hj). Entretanto é lá que vc encontra todas as coisas super com cara de India!

Abaixo compartilho com vcs algumas fotos dessa minha aventura. E prestem atenção na foto em que vem um homem com uma mão em minha direção, pois nesse momento eu quase apanhei pq estava tirando foto de um "templo". Agora o detalhe, eu estava no meio da rua tirando foto do movimento e das barracas, e daí no meio das barracas, entre motos, vacas, vendedores e pessoas andando, tinham um pessoal cantando, eu lá ia saber que eles estavam rezando!?

Mas po fim nada aconteceu, pq eu percebi a tempo e corri pra dentro da loja em que minhas amigas haviam entrado, e daí o vendedor deu um esporro nos caras (eram 2 vindo em minha direção pra xingar). Não sei o que ele disse, mas deve ter dito algo como "nao tá vendo que ela é turista? Ela não sabe que não deveria tirar foto! Vai lá rezar vai!"

Mas esse transtorno a parte, comprei umas pulseiras lindas!!!! Depois coloco fotinhos delas pra vcs!



















domingo, 10 de outubro de 2010

Navratri!



Ontem fomos com um casal de amigos e as crianças assitir ao Navatri pela primeira vez! Foi bem divertido. Muitas cores, muita gente; mas dançar não é tão fácil qto parece,rs

Pretendemos ir mais uma vez ainda, já que a festa vai até o próximo sábado, aí então faço um filminho de nós dois tentando dançar,rs. Por enquanto vcs deixo vcs com uma amostra de ontem dos indianos dançando! Profissional, hehehehehe


video

video

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

E o que eu encontrei em alguns minutos de Times of India on line

Em Chennai:

Garoto de 11 anos estupra e mata menina de 7 anos

Em Goa:

Registrado duas queixas de estupro: uma em garota de 14 anos e outra em garota de 20 anos, ambas ficaram gravidas em decorrencia da violencia sofrida

Em Delhi, mas essa é nacional:

Governo estipula que 18 anos é a idade MÁXIMA para que a relação sexual FORÇADA com esposa seja considerada estupro.

Ou seja, depois dos 18 anos problema da mulher se ela foi obrigada a ter relações sexuais. Só não se esqueçam que aqui a maioria dos casamentos é arranjado e dificilmente a mulher, salve raríssimas excessões, tem o direito de não aceitar o marido escolhido pela família. E deu pra entender tb que aqui se casa antes dos 18 anos sem problema. E a lei até então dizia que relação sexual entre um homem e sua esposa, que tenha mais de 15 anos, não é considerada estupro.


E então, continua achando que a India é um dos lugares mais espiritualizados do mundo?

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Os aghoris, o canibalismo e o canibal americano!

Mais um posto do Indi(a)gestão que compartlho com vcs! Mas é que esse é tão absurdamente inacreditável que não tinha como deixar passar!

Parece mentira, mas INFELIZMENTE não é!

" 'Bebes são tenros e fresco de se comer, mas a carne de pessoas idosas tem uma textura de madeira' estas são as palavras de Gary Stevenson, um canibal americano que mora na India e naturalmente pertence ao grupo dos Aghoris.



Gary carrega consigo o cranio de uma menininha que ele mesmo, orgulhosamente informa, ter retirado do rio Ganges com as proprias maos. 'A carne humana tem sabor de porco e os dedos das maos sao as partes mais suculentas', diz.

Gary Stevenson nasceu em Houston, Texas e passou muito tempo viajando pela India em busca de iluminação espiritual até acabar simpatizando com o modo de vida dos Aghoris.

Os Aghoris são devotos de Shiva e moram em tumbas e cemiterios utilizando ossos de cranios humanos como pratos para comer e beber. Estes hindus radicais também são conhecidos como tântricos e existem desde 1000 A.D.

Gary Stevenson adotou o nome de Kapal Nath desde que virou um Aghori e passou a viver de alimentar-se de carne humana.

Os Aghoris concentram-se as margens do rio Ganges de onde “pescam” os corpos flutuantes dos defuntos para se alimentarem. Naturalmente que a maior concentração esta na cidade de Varanasi, onde coincidentemente muitos turistas mochileiros desaparecem todos os anos para nunca mais serem encontrados.

Gary Stevenson está na lista de procurados do FBI pois eles creem que muitos dos turistas mochileiros americanos que desapareceram em Varanasi possam ter sido sacrificados ritualisticamente e virado comida na boca dos Aghoris."

Aqui um link para um vídeo na National Geogaphic

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Isso não é Idade Média, é a India do sec. XXI

Caça a bruxa não é apenas coisa da Idade Média feita pela Igreja Católica. Aqui na India ela ainda existe sim!

E se vc ainda acha que a India é legal e espiritualizada, acho bom vc começar se informar melhor e aprender que a India vai muito mas muito além da Yoga, Namaskar, Hinduísmo e Vegetarianismo.

O texto abaixo foi retirado do blog Indi(a)gestão e data de 4 de setembro de 2008.

"Índia: 'bruxa' é amarrada em árvore e linchada

Portal Terra

CASABLANCA - A televisão indiana veiculou hoje imagens de um linchamento no nordeste do país, informa a rede CNN. Segundo a emissora uma mulher acusada de bruxaria foi amarrada a uma árvore, linchada, teve seu cabelo cortado e queimado e depois foi obrigada a desfilar pela cidade com as mãos amarradas.

De acordo com a emissora local IBN, que obteve imagens do linchamento, a mulher acusada de bruxaria teria retornado à pequena vila de Patna, na província de Bihar, para pegar sua bagagem uma semana após ter chegado à localidade contratada por um morador para curar sua mulher.

O incidente aconteceu a apenas alguns metros de um posto policial. Quando as autoridades chegaram, a mulher - que não teve sua identidade divulgada - já havia sido surrada e estava sendo obrigada a desfilar pela cidade com as mãos amarradas.

Seis pessoas foram presas em flagrante. Ram Ayodhya, um dos líderes do linchamento admitiu que contratou os serviços da mulher para curar sua mulher. Como não obteve bons resultados ele a acusou de praticar magia negra e incitou os moradores a região a espancarem a mulher.

Ayodhya e os outros cinco presos devem comparecer a uma audiência preliminar nesta sexta. A vítima do espancamento também será ouvida pelo juiz ainda hoje.

Colaborou: Lana


Mais estorias de caça as bruxas na India nos links abaixo: (em ingles)

weirdthings.org.uk/indian-villagers-beat-burn-woman-witch-to-death-in-india/

edition.cnn.com/2000/ASIANOW/south/09/04/witchkillings.ap/index.html"

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Por que o caminhada casa - ioga é tão complicada?

Hj ao ir para a aula de ioga levei comigo a minha máquina e tirei algumas fotinhos do trajeto.

Às imagens vcs podem adicionar a poluição sonora causadas pelas buzinas que nunca páram.

Espero que com as imagens vcs consigam entender o pq é tão difícil caminhar por aqui.





























Dica do dia: Indi(a)gestão

A dica do dia hj fica por conta de um blog que está no ar há mais de 5 anos é é super completo em a India como ela REALMENTE é!

Sendo assim, dêem uma olhada e sigam!!!

http://indiagestao.blogspot.com/