sexta-feira, 31 de julho de 2009

Macacos me mordam

Ontem meu condomínio e minha CASA foram invadidos por macacos. Sim, MACACOS!!! E não eram aqueles pequenos não, tinha um do meu tamanho!

Na realidade cheguei ontem da academia, e nem percebi nada, daí estava abrindo a porta de casa qdo meu motorista desceu do carro e veio me falar para não deixar portas e janelas abertas pq haviam macacos no condomínio. Só então é que percebi na rua ao lado uns 5-6 macacos nas varandas das casas e no meio da rua! ENORMES!!!! Entrei em casa e me certifiquei de que estava tudo fechado, afinal se os macacos conseguem entrar vira um caos! Tem uma estória, verídica, de uma brasileira que estava aki há uns 3 anos atrás com o marido, e deixou a janela da cozinha aberta e uns 10 macacos entraram na casa dela, sabe o que ela fez? Se trancou no quarto e ligou desesperada pro marido pedindo socorro. Bem, os macacos foram embora sozinhos, mas deixaram uma verdadeira bagunça pra trás, copos e pratos quebrados, além de tudo espalhado pela casa.

Um outra estória, que aconteceu esse ano com uma amiga minha alemã foi: Ela havia acabado de chegar em Baroda, e assim como eu, nunca tinha visto macacos de perto, até que um belo dia estava chegando em casa e viu vários deles pelo condomínio. Ficou encantada e olhando pra eles, sem saber da regua básica e número 1 ao estar perto desses macacos: NUNCA olhe nos olhos deles, pois se olhar eles podem achar que vc está enfrentando. Resultado: os macacos partiram pra cima dela, que entrou correndo em casa. Mas não acabou aí, pq durante 2 dias os macacos ficaram cercando a casa dela esperando ela sair, ou seja ela viveu 2 dias de refém!

Por essas e outras, eu fico é bem quieta na minha casa qdo eles aparecem, embora essa tenha sido a primeira vez.

Infelizmente não consegue filmar ou tirar fotos, pois a máquina estava com o Gui; de qq jeito estou postando um filminho que fizemos de alguns que encontramo num parque; daí vcs sentem o drama, e conferem o tamanho dos macaquinhos...
video

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Cineminha

Esse fim de semana eu e Gui fizemos nossa estréia nas poltronas do cinema indiano!

Tenho que admitir, que realmente fui surpreendida, qualidafde bem acima da média. A começar pela compra dos ingressos, toda feita via internet, sem burocracias, e com confirmação feita por email e mensagem de celular; assim não era necessário imprimir nada, era só chegar no guichê e mostrar o SMS que vc retirava seu ingresso. Moderno né?!

A outra coisa interessante é que aki vc compra ingresso com numeração, ou seja, vc escolhe sua poltrona, não pode sentar em qq lugar. O que tb é muito bom, pois acaba com aquele sofrimento de ficar procurando lugar pra todo mundo sentar junto qdo o cinema tá lotado.

Mas é claro que não dava pra ser perfeito, afinal estamos na Índia!

1. Fomos na sessão das 10h da manhã de sábado, pois fomos avisados por uma amiga para não irmos nas sessões das 16h, 19h e 22h; pois ia ser impossível assistir ao filme (não havia entendido muito bem o aviso, mas depois de ter ido ao cinema compreendi o que ela quis dizer com impossível assistir ao filme)
2. Cinema na Índia tem intervalo, sim INTERVALO!!!!! Assim na metade do filme (não importa se era o momento mais emocionate) o filme pára, as luzes se acendem, as pessoas levantam, e a gente espera. A espera não foi longa, uns 5-7 min, o que inviabiliza ainda mais o intervalo, pois o filme recomeça e quem havia saído para reabastecer a pipoca e o refrigerante ainda não teve tempo de voltar
3. Indiano são sabe o significado de ficar em silencio para assinstir filme no cinema. Se vc acha que no Brasil as pessoas são sem noção, falam alto e atendem telefone durante a sessão, é pq vc ainda não esteve num cinema indiano. caralho eles não calam a boca!!!! E riem de tudo, em momentos onde não cabe (td bem que estava numa sessão as 10h da manhã cheia de crianças). E o celular não apenas toca, toca até o fim; ou seja o celular tocou no meio do filme, o cidadão em vez de atender logo, não tem a menor pressa, e ao invés de desligar atende e começa a bater papo em voz alta! Dá pra acreditar?!

Mas bem, em resumo, eu gostei muito de ter ido. Pois apesar dos inconvenientes, foi muito gostoso! E espero poder voltar em breve! ´

Agora é esperar um novo filme!!!!

domingo, 19 de julho de 2009

Cozinhar = inovar

Sempre admirei as donas de casa. Cuidar de uma casa é emprego tão ou mais trabalhosos do que muitos outros! E isso sem mencionar as mulheres e mães de jornada dupla!

Agora a parte mais difícil de se cuidar de uma casa, pelo menos ao meu ver, é a cozinha! Oh, coisinha difícil essa arte de cozinhar!

Sim arte, pq não é simplesmente uma pitada de sal, um pouco de alho, adiciona o tomate e deixa ferver que o molho tá pronto. Pode até ser que pra minha avó fosse simples assim, mas pra mim... Não que eu cozinhe mal, mas tb não cozinho bem. A questão é que cuidar de uma casa não é como cozinhar esporadicamente. E agora ainda me pego a pensar em qdo temos filhos... Ah, filhos exigem ainda mais de nossos dotes culinários. Afinal além de cozinhar bem, tem que ser criativo! E ah, marido é apenas o nome que se dá para nosso filho mais velho :)

Estou divagando sobre esse assunto, pq este ano dei uma pausa na minha vida profissional (que não estava lá essas coisas e nem me fazendo feliz) pra vir encarar o mundo ao lado do meu marido, e assim acabei vindo parar na Índia! Como já postei anteriormente, a cultura aqui é muito diferente, e a culinária então nem se fale. Assim apesar de ter uma empregada, lá vai a Bárbara pra cozinha, pois não tem a menor chance d'eu encarar uma comida feita pela minha empregada que adora pimenta como todo indiano. Além disso, a comida que eles fazem nem de longe se parece com a que estamos acostumados a comer no ocidente.

Bem voltando ao tópico de que agora cozinho e cuido da casa, pude sentir na pele o qto isso é uma tarefa difícil! Principalmente cozinhar! Por mais que vc saibar cozinhar, o mais difícil pra mim é escolher um cardápio pra semana, ter que sempre inovar e nunca comer a mesma coisa! O Gui é um fofo, e muitas vezes até faz o nosso jantar, mas ainda assim tem que ser um artista pra cozinhar, ter ideias, inovar! Ainda mais morando na Índia, onde vc literalmente faz a sua comida. Comida congelada aki é uma raridade, e pode ter certeza de que se vc achar vai ter pimenta!

Esses 4 meses de experiência apenas me fizeram ver o qto cozinhar é um desafio!

E viva as donas de casa que cozinham, as cozinheiras, os chefs, as mães de jornada dupla, as avós, enfim todos aqueles que cozinham diariamente uma comida diferente!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Twitter mania


Oi povo!


Vou dar uma passada rápida por aqui apenas para me indentificar como a mais nova viciada em Twitter :)


Meu, o lance é massa mesmo! Adorei!


Quem não conhecer, vale a pena conferir http://www.twitter.com/


Bjo!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Tempo de monções


Cheguei na Índia a 3 dias, e parece que trouxe a chuva comigo, pois até então a chuva realmente estava brincando de esconde-esconde, aparecendo esporadicamente, segundo os indianos. Mas, desde que cheguei todas as noites tem chovido praticamante a madrugada toda. Na última noite, a chuva realmente mostrou a que veio. Foi uma tempestade daquelas, de vc acordar com o barulho dos trovões, ventos e chuva. Dia seguinte resultado: CAOS!


Fui para a academia de manhã e a cidade estava uma completa bagunça! Pra começar o terreno ao fundo da minha casa estava alagado (veja a foto), assim como o terreno do outro lado da rua na frente do condomínio. Pras vcs terem uma ideia, a escola de tenis ao lado da minha academia, bem que poderia virar escola de natação, pois as quadras se transformaram em verdadeiras piscinas!


O transito estava pior do que nunca! Isso pq durante a tempestade muitas árvores cairam, e não foi árvore pequena não, árvores enormes vieram abaixo, ficando no meio das ruas e avenidas, aumento ainda mais a confusão. Ah, isso sem falar nos vários pontos de alagamento que surgiram ao longo das ruas! Agora quer adivinhar o pior de tudo? Mesmo sendo assim ano após ano, não existe bueiro aki onde moro! E por isso todo ano tudo alaga rapidamente; afinal foram apenas 3 noites de chuvas consecutivas!


Bem, o jeito é esperar, mas a verdade é que logo logo vai ser uma verdadeira aventura sair para ir a academia ou ao supermercado. Acho que a solução vai ser ter um barco ao invés de um carro!


terça-feira, 7 de julho de 2009

De volta a ativa

Olá a todos!

Depois de 3 semanas de férias estou de volta! Embora bem que quisesse ter ficado mais um pouquinho...

Foram 3 semanas muito boas, pra renovar as energias.

As 2 primeiras foram passadas no Brasil! Revendo família, amigos, lugares...
Bom ver que tudo mudou mas continua igual :)
Rever a família foi otimo, ganhar beijo e cafuné de papai e mamãe não tem preço. Encontrar velhos amigos e ver que a amizade continua a igual mesmo a dois ocenaos de distância tb não tem preço! Ah, tb fiquei assoprei velinhas no Brasil, o que foi adorável! Aniversário perto de todos!
O tempo foi curto, e corrido, mas se dividindo em várias, consegui ver praticamente todo mundo e de quebra eu e Gui ainda conseguimos comprar um pedacinho de chão!!! Sim, sim, agora já temos um lugarzinho pra poder morar, embora ainda falte os tijolos, hehehe.

Nossa ultima semana de férias foi em Paris, embora tenha sido mais férias minhas do que do Gui pois dos 5 dias ele teve reunião em 2. Lá nos dividimos entre um hotel (nos dias da reunião do Gui) e a casa de um amigo de faculdade do Gui, o Deco, e lá tb conhecemos a Fer, mulher do Deco, figura!!!
Passear por Paris é sem palavras lindo demias! E dessa vez priorizei por ir em lugares onde não tinha ido da ultima vez! E tb me aventurei sozinha pelas ruas, mas ainda estou me devendo (e devendo pra Fer tb, rsrsrs) um passeio de bicicleta pelas ruas de Paris, mas essa fica pra próxima! Ah, dessa vez tb me arrisquei mais com o francês, até conversei bastante com um amigo do casal, e um pouco durante um piquinique que fizemos com uns franceses, mas ainda tem que melhorar, de qq jeito foi bom pra destravar a lingua, ou no caso do francês travar, hehehe.

Agora é retomar a vida aqui na India, e me readaptar novamente!